Legibilidade x Leiturabilidade

Chegou a hora de escolher a fonte que você usará em seu novo projeto. E agora?
Às vezes, até sem perceber, você leva em conta dois fatores importantes para não errar na hora da escolha tipográfica. São eles: legibilidade e leiturabilidade.
As palavras são parecidas, mas possuem significados bem distintos.

Legibilidade

Ao falarmos de legibilidade devemos levar em conta as características da fonte escolhida. Ou seja, fatores como largura, ângulo, contorno influenciam na legibilidade de uma letra. Quanto mais fácil uma letra se diferencia da outra, maior a sua legibilidade. Geralmente as fontes mais legíveis são as mais discretas e básicas, como por exemplo, a desse texto que você está lendo. São fontes que não chamam muita atenção, mas que garantem um bom entendimento do leitor. 

nome

Leiturabilidade

Diferente do pensamento “egoísta” da legibilidade, a leiturabilidade leva em conta diversos outros fatores além da fonte. Diz respeito à forma como nossos olhos lerão as palavras de maneira inteira, relacionando-as com a peça inteira. Uma má leiturabilidade pode estar diretamente ligada com uma diagramação ruim, poluição visual, escolha do plano de fundo, etc. 

nome

Na imagem acima, podemos ver que mesmo com uma fonte legível, é possível cometer erros em leiturabilidade. Por isso é importante sempre relacionar o elemento com o “todo”. 

Importância

Uma boa escolha tipográfica pode fazer você ganhar o seu leitor logo de primeira, ou perdê-lo. 
A escolha da fonte dá “cara” ao texto. É como se fosse a “primeira impressão”. A primeira vista o usuário pode achar o texto com cara de tedioso ou convidativo, pesado ou sereno, tudo isso sem ao menos ter lido uma única frase. Uma escolha errada pode fazer com que as pessoas nem sintam vontade de ler seu conteúdo. 
Uma boa dica para garantir que os leitores se sintam seduzidos pelo texto é a escolha de uma hierarquia tipográfica. Essa hierarquia, quando bem escolhida, funciona como uma espécie de “guia” para o leitor. Os títulos são bem definidos, assim como citações, informações adicionais e ideias em destaque, por exemplo, são percebidas facilmente. Você pode definir a sua hierarquia tipográfica diferenciando as fontes de acordo com a cor, estilo, angulação, tamanho, entre outros fatores. O importante é que o resultado final seja limpo e que o leitor consiga facilmente identificar quais são os elementos ali presentes.

Assimilando o conteúdo

Outro fator muito importante na hora da escolha tipográfica é fazer com que a fonte “case” com o conteúdo. O estilo da letra transmite sensações, criando assim uma informação no subconsciente do leitor.
Por exemplo, não se deve utilizar a mesma fonte em um site infantil e em um site de saúde. Conteúdo infantil pede fontes coloridas e vivas, formatos diferenciados e forte apelo ao lúdico. Já sites de saúde pedem fontes mais básicas e limpas, que tragam ao leitor confiança. 
Deve-se levar em conta o assunto tratado e o público alvo. De acordo com a fonte utilizada, o leitor vai assimilar sobre o que se trata, mesmo antes de prestar atenção no que está escrito.
Portanto, ao escrever algum texto não leve em consideração somente a escolha da fonte, mas também em como esta fonte está sendo usada e a relação com toda a peça.
Ter cuidado com esses detalhes pode ser o diferencial na conclusão de algum trabalho.














Fonte: Abraweb

0 comentários:

Postar um comentário

A Fiz agradece o seu comentário!