Fundador do WhatsApp pede desculpas e explica falha global no aplicativo

 De acordo com o site TechTudo, após falha mais longa já apresentada pelo WhatsApp Messenger, popular serviço de mensagens que recentemente foi comprado pelo Facebook por US$ 16 bilhões, o fundador do app, Jan Koum, divulgou um pedido de desculpas pelo tempo de inatividade que chegou a superar quatro horas no ultimo sábado (22). Segundo o ucraniano, o problema não teve a ver com a negociação, nem com uma possível "migração".

 Em E-mail a um site de tecnologia americana, Koum explicou algumas questões técnicas que causaram o problema, assumindo ser este o maior bug já enfrentado pelo aplicativo. "Essa foi a nossa interrupção (de serviço) maior a mais longa em anos e afetou todos os nossos usuários", disse koum em um e-mail ao The Verge.

 Segundo Koum, o culpado pelo desastre no sistema na tarde de sábado foi um roteador de rede que apresentou defeito, o que causou uma falha em cascata que acabou afetando os servidores WhatsApp que não conseguiu enviar e entregar as imagens para os usuários do mensageiro.

 Embora tenha citado um "culpado", Koum não entrou em detalhes sobre as origem dos problemas apresentados pelo roteador. Entretanto, se tratando de um problema de conexão, é possível descartar como causa da falha uma sobrecarga nos servidores a partir da publicidade geração após a compra do app pelo Facebook.

 O fundador do mensageiro disse ainda que, sua equipe está tomando novas medidas para se proteger contra novas falhas e ter certeza de que não se repetirão.

Foto: TechTudo


0 comentários:

Postar um comentário

A Fiz agradece o seu comentário!